Viver depois de um AVC – Parte 5

15 de Maio, 2020 0 Por Planetadosavos

Na quinta parte desta temática, o tema é o vestir. 

Vestir: como devemos proceder?

Supondo que o idoso não tenha o hábito de sair de casa deve sempre vestir-se e arranjar-se como se o fosse fazer. Com isto, não perde o hábito das atividades básicas da vida diária. Para melhor facilitar a vida no vestir, damos algumas sugestões:

– uso de fatos de treino: são quentes, confortáveis e fáceis de vestir;

– nas senhora, o uso de calças são sempre mais fáceis e práticas de vestir do que o uso de saias e meias calças;

– os sapatos deverão ser de elástico e com fecho lateral, facilitando o momento de calçar e descalçar;

– roupas com botões à frente;

– não usar roupas com botões pequenos, caso tenham desse tipo de vestuário substituir por botões maiores;

Casaco, camisa ou vestido com botões

Para vestir:

Sentado, o idoso deve desabotoar, no colo. Com a mão sã, meter a mão doente na manga correspondente e ajudar a manga pelo braço acima. Atira o resto da camisa/casaco para trás, puxando a manga para cima, até que fique encaixada no ombro. Assim, consegue meter a mão sã na outra manga e vestir. No caso de um vestido, será necessário que a idosa se levante para ajeitar a saia antes de abotoar.

Para despir:

Mais uma vez quem irá trabalhar será a mão sã, que irá puxar a camisa do ombro afetado, agarrar o meio da frente e retirar para o lado, despindo o ombro são. Assim irá conseguir retirar o braço são da manga. Com a mão sã, segura o punho e despe a manga do braço afetado.

Calças

Para vestir:

Sentado, cruzar a perna doente com a ajuda da mão sã e enfiar as calças. De seguida, introduz o pé são na outra perna das calças e puxa para cima. Se o idoso conseguir estar de pé, o melhor será encostar-se a uma parede ou a um móvel seguro de forma a conseguir puxar as calças com a mão sã. Mas, se não conseguir estar de pé, terá que se deitar, dobrar o joelho são e apoiar-se sobre o pé são, para levantar as ancas, puxar as calças e abotoá-las.

Para despir:

Mais uma vez, se conseguir estar de pé deverá apoiar-se com a perna boa, desapertar as calças e puxas para baixo, assim conseguirá sentar-se e tirar o resto das calças, sempre começando pela perna sã. Caso não consiga estar de pé, mais uma vez terá de se deitar, desapertar as calças, dobrar o joelho são, levantar as ancas e despir as calças.

Meias

Para calçar:

Para não se baixar, o idoso poderá cruzar a perna afetada, de forma a que a mão sã alcance o pé. Assim, com a ajuda da mão coloca a abertura da meia no pé afetado e, já com o pé no chão acaba de calçar.

Para descalçar:

Com a mão sã, cruzar a perna afetada e descalçar a meia. Depois cruz a perna sã e descalça a outra meia.

Sapatos

Para calçar:

Tal como nas meias, deverá cruzar a perna afetada, segurar o pé e coloca-lo no sapato. Caso não consiga calçar totalmente o sapato, poderá usar uma calçadeira de cabo cumprido, para auxiliar.

Para descalçar:

Usar o mesmo método tal como nas meias.

Soutien

O ideal seria usar soutien que apertem à frente. Caso não os tenha poderá apertar com a parte de trás para a frente, apertar os colchetes e rodar o soutien de forma a ficar na posição correta.

Parte 6 - Brevemente